Tudo Que é Imóvel

27 Nov 2018 06:22
Tags

Back to list of posts

[[image https://venturebeat.com/wp-content/uploads/2017/07/untitled-design.jpg?fit=1200%2C850&strip=all"/>

<h1>9 Formas De Obter Dinheiro Com Teu Blog</h1>

<p>Para as pessoas que acompanha esse web site, n&atilde;o se trata de uma novidade t&atilde;o enorme. Antecipei neste artigo que o servi&ccedil;o implantaria este tipo de criptografia. A pergunta que fica, no entanto: o que voc&ecirc;, e todos n&oacute;s, temos a olhar com isto? 1. As mensagens no WhatsApp ficar&atilde;o mais seguras. Isto &eacute; &oacute;timo pra todos os usu&aacute;rios. Como tem &ecirc;xito a tal ponta-a-ponta: no momento em que a pessoa A envia pra B um texto, um filme, ou uma chamada, o assunto recebe uma criptografia &uacute;nica.</p>

<p>S&oacute; que tem a chave para abrir este c&oacute;digo &eacute; a ponta B, o receptor. Deste modo, nenhum outro usu&aacute;rio tem acesso &agrave; mensagem, mesmo a partir de t&eacute;cnicas de hackers (sim, poder&aacute; haver brechas; por&eacute;m ainda n&atilde;o as descobriram). Ali&aacute;s, nem sequer funcion&aacute;rios do respectivo WhatsApp conseguir&atilde;o quebrar essa criptografia. Ao menos &eacute; o que &eacute; comercializado pela empresa. 2. S&oacute; que, em hip&oacute;tese, isso impedir&aacute; que a Justi&ccedil;a tenha acesso ao tema das mensagens.</p>

<p>Celebram os criminosos, como traficantes que fazem uso o servi&ccedil;o pra seus neg&oacute;cios e terroristas. Pela pr&aacute;tica, se o FBI, ou a PF brasileira, requisitar para ver de perto o que um suspeito papeou pelo aplicativo, n&atilde;o ter&aacute; resposta. O WhatsApp diz que simplesmente n&atilde;o poder&aacute; auxiliar, na impossibilidade de quebrar o c&oacute;digo. Isso ou seja que se o FBI demandar as trocas de mensagens de um terrorista do Estado Isl&acirc;mico que pretende atacar, digamos, em um exerc&iacute;cio mental bem for&ccedil;ado, brasileiros que transitam por um ponto tur&iacute;stico da Turquia, n&atilde;o haver&aacute; colabora&ccedil;&atilde;o. Neste instante s&atilde;o previstas as competi&ccedil;&otilde;es judiciais em volta desta novidade do WhatsApp.</p>

<p>Ali&aacute;s, n&atilde;o s&oacute; “previstas”. H&aacute; diversas em andamento. No Brasil, a PF pediu dados de um usu&aacute;rio, traficante, e a organiza&ccedil;&atilde;o n&atilde;o colaborou. Uma das result&acirc;ncia foi a pris&atilde;o de um executivo do Facebook (posteriormente, liberado). Nos Estados unidos, o Departamento de Justi&ccedil;a de imediato requisitou infos de suspeitos que usaram o app para conversas (perdoe a repeti&ccedil;&atilde;o) suspeitas. Como n&atilde;o houve regresso, estuda como proceder com a quest&atilde;o.</p>

<p>Nessas hist&oacute;rias, existe um radicalismo de ambos os lados. Caracter&iacute;stico da era digital. Numa ponta, o governo exige que a corpora&ccedil;&atilde;o colabore a cada custo, mesmo que pra essa finalidade comprometa a seguran&ccedil;a virtual dos cidad&atilde;os. Vide a disputa do FBI contra a Apple pra desbloquear o iPhone de um terrorista.</p>

<p>A companhia se recusou a desenvolver o que se conhece como “porta dos fundos” em seu sistema operacional - o que fragilizaria n&atilde;o apenas o smartphone do investigado, como o de todos os donos de iPhones. A&iacute;, o FBI insistiu, comentando que essa era a &uacute;nica maneira de prosseguir com seu trabalho.</p>
<ul>
<li>Cap&iacute;tulo um</li>
<li>1 - Divulgue-se</li>
<li>Energia - Bomba At&ocirc;mica</li>
<li>Alexa Rank - Exist&ecirc;ncia Al&eacute;m do PageRank</li>
<li>Publique ao menos vinte postagens em um per&iacute;odo de 2 meses depois de a estreia</li>
<li>Jessiane alegou</li>
<li>Trabalhar como Membro</li>
</ul>

<p>Por&eacute;m, pouco depois, recuou, dizendo que conseguiu, por conta, hackear o aparelho (ou seja, n&atilde;o era a &uacute;nica forma). Na outra ponta, a empresa (neste local, entenda como WhatsApp, contudo bem como outras do setor, como Apple e Google, que compram brigas parecidos) deixa claro que t&aacute; nem sequer a&iacute; pros pedidos da Justi&ccedil;a.</p>

<p>Simplesmente codificar&aacute; tudo. Sem fornecer chave, para que pessoas for. Como &eacute; peculiar das posi&ccedil;&otilde;es extremas, ambas prejudicam a comunidade. O que deveria ser procurado &eacute; um meio-termo, um equil&iacute;brio correto e ben&eacute;fico pra essa balan&ccedil;a de for&ccedil;as. Um que garantisse a prote&ccedil;&atilde;o de todos os usu&aacute;rios dos servi&ccedil;os digitais. Por&eacute;m que, ao mesmo tempo, permitisse &agrave; empresa ter recursos pra favorecer com investiga&ccedil;&otilde;es pontuais, quando isto fosse exigido. Apesar de tudo, quando a balan&ccedil;a pesa pra s&oacute; um lado, seja qual for ele, ela podes quebrar.</p>

<p>Clique Por aqui Para saber mais. Mais uma vez, as redes sociais s&atilde;o os melhores caminhos pra tal. Facebook, em especial, &eacute; imprescind&iacute;vel; n&atilde;o o negligencie! Estagnar &eacute; um dos piores dificuldades que pode acontecer com tal profissional. O sujeito aprende como tornar-se um blogueiro profissional at&eacute; que chega a um ponto confort&aacute;vel e n&atilde;o trabalha mais para subir. A web &eacute; um caminho permanente e n&atilde;o h&aacute; barreiras para que pessoas acredita. Se voc&ecirc; ganha um valor, trabalhe pra ganhar o dobro dele, e desse modo por diante! Fazendo outra cita&ccedil;&atilde;o, o Gordon Gekko, do v&iacute;deo “Wall Street”, uma das figuras mais cl&aacute;ssicas do capitalismo, diz que a ambi&ccedil;&atilde;o &eacute; sensacional, &eacute; certa e d&aacute; certo. “Greed, for lack of a better word, is good. Por fim, o nosso &uacute;ltimo passo &eacute; recordar que o orgulho pode derrubar toda uma hist&oacute;ria atraente. N&atilde;o pise nas outras pessoas apenas por causa de tem milh&otilde;es de visualiza&ccedil;&otilde;es mensais.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License